Perda involuntária de urina. Como a Cirurgia de Sling pode ajudar nesse processo?

Perda involuntária de urina. Como a Cirurgia de Sling pode ajudar nesse processo?

Diversos problemas de saúde podem levar alguém a se deparar com a incontinência urinária. Não é um diagnóstico raro e o tratamento é relativamente simples. No caso, iremos falar nesse texto sobre a cirurgia de Sling.

Apesar de poder ser realizada tanto em homens quanto mulheres, a cirurgia de sling é mais recomendada para o sexo feminino. Afinal, os aparelhos urinários dos dois gêneros diferem bastante. Assim, somente em último caso a incontinência urinária masculina é tratada com a colocação de Sling.

Em mulheres, é comum que se trate a incontinência urinária com a colocação de uma fita cirúrgica chamada TVT (Tension Free Vaginal Tape), usada para apoiar a uretra e aumentar a capacidade de segurar o xixi. Esse procedimento também é chamado de cirurgia de Sling.

Essa cirurgia tem 80% de chance de sucesso e costuma ser feita em mulheres que, após mais de 6 meses de tratamento com os exercícios de Kegel e fisioterapia, não obtiveram o resultado esperado. Após realizada, a paciente costuma ficar entre 1 e 2 dias internada e, pelos próximos meses, tomar alguns cuidados simples, como evitar fazer esforços nas primeiras duas semanas, lavar a região genital sempre após urinar e evacuar, usar calcinha de algodão, evitar o uso de absorventes internos, não tomar banho de banheira ou entrar em piscinas e mares, dentre outras precauções.

Portanto, se você sofre com a incontinência urinária, a cirurgia de Sling pode ser uma opção para te ajudar. Converse com um médico especializado na área e descubra qual o melhor tratamento para o seu caso.